Terça-Feira, 2018-05-22, 08:26:06Main | Sign Up | Login

Site menu

LogIn

Biologia

Geologia

Procura

Artigos
Main » Articles » Biologia » Anatomia

Parkinson pode ser detectada mais cedo com uma biópsia a glândula

Bastam dois milímetros de glândula submandibular para detetar de forma precoce a doença de Parkinson, mesmo em doentes que ainda não têm sintomas. A descoberta da equipa de médicos do hospital Clínic de Barcelona resulta de análises feitas a doentes com transtornos do sono (podem anteceder ao desenvolvimento de Parkinson) que permitiram detetar a proteína alfa-sinucleína, presente de forma anormal nos neurónios de quem é afetado por esta doença degenerativa.

Apesar de o estudo ter analisado apenas pessoas com transtorno do sono, os investigadores abriram a porta à deteção precoce do Parkinson através de sintomas ou problemas ligados ao desenvolvimento da doença. "A maioria das pessoas que sofrem de transtornos do sono acabam por ter Parkinson porque têm anomalias que se cruzam com esta doença. Selecionámos estes doentes pela sua ligação com a doença, mas também se podia aplicar a outra população de risco como as pessoas com perda de olfato, prisão de ventre ou outros sintomas associados", referiu o coordenador da investigação, Eduardo Tolosa, ao El Pais.

Os resultados às biópsias feitas a 21 doentes com transtorno do sono, a 24 com Parkinson e a 26 pessoas saudáveis mostraram que, nos dois primeiros casos, 90% e 70%, respetivamente, tinham a proteína alfa-sinucleína na glândula submandibular. Já as pessoas saudáveis não tinham quaisquer vestígios da proteína.

Esta investigação foi publicada na revista Lancet Neurology e lança uma nova luz no diagnóstico do Parkinson em casos mais complicados. "No momento inicial da doença, os erros de diagnóstico são de 30 ou 40% porque a deteção se baseia em aspetos clínicos muito subjetivos. Poder identificar a presença de sinucleína em tecidos periféricos é de grande utilidade para casos de diagnósticos incertos", acrescenta Eduardo Tolosa.

Com esta descoberta, os cientistas podem agora tentar perceber como bloquear a sinucleína. Segundo o coordenador do estudo a comunidade científica abriu uma nova linha estratégica "de vacinas anti-sinucleína" para evitar a sua propagação. "Se os resultados destes estudos forem positivos podemos dar a estes doentes a vacina e assim evitar o desenvolvimento do Parkinson". 

Para mais informação consulte o site abaixo indicado.

 



Source: http://www.dn.pt/sociedade/interior/parkinson-pode-ser-detectada-mais-cedo-com-uma-biopsia-a-glandula-5111797.html
Category: Anatomia | Added by: Txigs (2016-04-06) W
Views: 144 | Rating: 0.0/0
Total comments: 0
Only registered users can add comments.
[ Sign Up | Login ]
Copyright MyCorp © 2018 | Make a free website with uCoz