Sábado, 2019-08-24, 14:23:14Main | Sign Up | Login

Site menu

LogIn

Biologia

Geologia

Procura

Artigos
Main » Articles » Biologia » Genética

As cores da cenoura (e da vitamina A) segundo o seu genoma

Toda a gente sabe (e já está cientificamente comprovado) que faz bem aos olhos. Nos últimos anos foram também divulgados artigos científicos que a associam à melhoria da qualidade do esperma ou à prevenção de cancro do pulmão. Agora, um grupo de investigadores norte-americanos apresenta o genoma completo da cenoura. Os investigadores acreditam que a informação que conseguiram reunir sobre a evolução e as características da cenoura pode ajudar a melhorar as colheitas e a qualidade nutricional deste produto. Foi identificado um gene que regula a acumulação de beta-carotenos, um precursor da vitamina A, e agora sabe-se há quantos milhões de anos as cenouras se separaram das uvas, do kiwi ou do tomate. O que continua por esclarecer é a nossa preferência pela versão cor de laranja, já que as primeiras cenouras eram amarelas ou roxas.

Primeiro, alguns números: os 21 investigadores que representam uma dúzia de instituições norte-americanas, e que assinam o artigo publicado na Nature Genetics, identificaram 32.113 genes no ADN da cenoura (Daucus carota), sendo 10.530 genes únicos desta espécie. O que quer dizer que esta raiz tuberosa tem mais dez mil genes do que os humanos – que, segundo os cálculos mais recentes, têm cerca de 20 mil genes. Os genes são instruções de fabrico de proteínas. Mas o que os cientistas têm vindo a concluir é que não só uma questão de número de genes, a forma como o resto do ADN os regula também é importante.

O comunicado da Nature nota que, até à data, esta será uma das mais completas sequências de genoma de uma planta hortícola e que o trabalho fornece informações importantes sobre a origem da cenoura, a cor distintiva e o valor nutricional. Em declarações ao PÚBLICO, Philipp Simon, um dos autores do artigo que integra o Departamento de Horticultura da Universidade de Wisconsin-Madison (EUA) e da Unidade de Investigação de Culturas Vegetais do Departamento de Agricultura dos EUA, esclarece que um dos importantes resultados do trabalho foi a “descoberta de um gene que condiciona a acumulação de pigmentos carotenóides nas raízes da cenoura”, adiantando: “Este é um dos dois genes responsáveis pela conversão de cenoura branca (tipo selvagem ancestral) em laranja.”

Saiba mais em: https://www.publico.pt/ciencia/noticia/a-cenoura-tem-mais-10-mil-genes-do-que-nos-1731543

Category: Genética | Added by: tatianapsantos5 (2016-05-11)
Views: 149 | Rating: 0.0/0
Total comments: 0
Only registered users can add comments.
[ Sign Up | Login ]
Copyright MyCorp © 2019 | Make a free website with uCoz